29 junho 2016

Far From Alaska e o Dia Mundial do Rock no Imperator

 Pela segunda vez a banda natalense tocará no já consagrado palco do Imperator, depois de ter enchido a casa no aniversário de um ano do agora Rio Novo Rock, em julho do ano passado. Com um EP e um álbum na bagagem, a Far From Alaska já prepara o terreno para o próximo álbum, depois de surpreender os fãs com uma música inédita intulada "Chills". 
 Com uma formação sofisticada de veteranos, o grupo nunca deixa a desejar, desencadeando elogios por onde passa. E não é por menos, não há como não se impressionar com a voz de Emilly Barreto que canta forte num inglês invejável e todos os efeitos que ficam por conta da Cris Botarelli, diria ainda que a banda possui duas "frontman". O guitarrista Rafael Brasil, o baixista Edu Filgueira e o baterista Lauro Kirsch também fazem por merecer, tornando tudo muito bem digerido e único. Músicas completas e surpreendentes, um show imperdível. 



 Presenciei um show da FFA em Petrópolis no ano passado e fiquei impressionada com a facilidade com que eles gerenciavam cada instante. Naturalmente o show fluiu e passou incrivelmente rápido, deixando um gosto de preciso de mais. As músicas foram embalando a todos, gradativamente, deixando o lugar ainda menor do que aparentava. Admito que nunca tinha visto um show propriamente BR em que a banda inteira tocava e agia com tanta autoridade e cumplicidade. Se você ainda não se convenceu que a banda merece sua atenção: Nesse ano, eles ganharam o prêmio de artista revelação do Midem em Cannes (França), um dos maiores eventos do mundo da música.

 Neste Dia Mundial do Rock (13/07), o Imperator realiza mais um show para comemorar a data, contando com a presença da Hover, que lançou seu primeiro e maravilhoso álbum em março, e com a Stereophant, que em breve lançará mais um álbum para a alegria dos fãs. Além da Far From Alaska, é claro. O dia promete ser incrível e não poderíamos estar mais ansiosos. 

   Ouça a música da FFA lançada em abril: 


Clique na foto para ver o evento no facebook
 Clique aqui para ler todas as postagens sobre o Imperator.
 Clique aqui para ler a postagem sobre a Hover.
 Clique aqui para ler a postagem sobre a Stereophant.

17 junho 2016

Red Hot Chili Peppers se reinventa em seu novo álbum "The Getaway"

 Depois de 5 anos, o novo trabalho dos Chili Peppers ganha vida. "The Getaway" é mais um dos tantos renascimentos da banda californiana. Com uma formação consolidada, que conta com os veteranos Anthony Kiedis, Flea e Chad Smith, além do novato Josh Klinghoffer, a banda reafirma sua evolução constante e a capacidade de se reinventar.



 O último disco lançado por eles, havia sido "I'm With You", de 2011. De lá pra cá, os músicos se dedicaram ao processo criativo de seu sucessor. O curioso é que esses anos de trabalho não resultaram exatamente no "The Getaway". Ao escolherem mudar de produtor e trabahar com Danger Mouse, conhecido por trabalhos com o Radiohead e Gorillaz, os integrantes da banda se viram desafiados a compor todo um novo material, do zero, todos juntos em estúdio. O resultado disso tudo é um álbum que reflete a nova atmosfera do Red Hot Chili Peppers. É algo realmente diferente de tudo já conhecido, apesar de trazer a tona elementos mais marcantes da banda. Mesmo que não se equipare aos grandes sucessos como "Blood Sugar Sex Magic" (1991), "Californication" (1999) ou "By The Way"(2001), o trabalho tem seu mérito por conseguir sintetizar toda a pluridade musical dos integrantes. É maduro, repleto de letras inspiradoras e explora uma ampla diversidade rítmica.

  Flea e Chad, mesmo depois de tantos anos, ainda conseguem fazer a cozinha soar muito original, com um arsenal afiado, eles trazem algumas novidades. Kiedis também fez sua parte. Tanto os vocais quanto nas composições, o líder da banda parece evoluir constantemente. Por fim, o muitas vezes criticado, Klinghoffer, alvo principalmente dos fã do antigo guitarrista John Frusciante, parece estar mais solto, com solos e riffs criativos, o que realmente ajudou muito a renovar a sonoridade da banda. Além da presença forte da percussão e dos teclados, cada vez mais presentes no som dos caras. A identidade visual do disco, ficou por conta do artista visual Kevin Person. A imagem escolhida para a capa é um trabalho chamado "Collition II". Na visão da banda, cada elemento ali presente, representaria um de seus membros. 

 Das 13 faixas de "The Getaway", já haviam sido divulgadas "Dark Necessities", a faixa-títuto "The Getaway"e "We Turn Red"e inclusive tocadas na última apresentação dos Chilli Peppers, no festival Pinkpop. Agora você pode ouvir todas as faixas, na íntegra, pelo streamming.

Tecnologia do Blogger.
Nossa Invasão © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.